top of page

Revolução (Sem) Sangue

Nos dias 2 e 3 de maio, 4 turmas de 10.º e 11.º tiveram a oportunidade de ver, nos Cinemas NOS do Fórum Algarve, o filme português intitulado "Revolução (Sem) Sangue" do realizador Rui Pedro Sousa, que estreou a 11 de abril do corrente ano e ainda se encontra em exibição em muitas salas de cinema de todo o país.

Um filme muito bem conseguido e que revela outra perspetiva do 25 de abril de 1974. As turmas aconselham os colegas do agrupamento a vê-lo, uma vez que vale mesmo a pena.

É uma prova de que o cinema português está vivo e de "boa saúde".


Sinopse


"Revolução (sem) sangue" é um filme de ficção, baseado em factos reais e na vida de cinco pessoas que morreram nos dias da revolução dos cravos.


As pessoas retratadas são Fernando Giesteira, João Arruda, Fernando Reis e José Barneto, que tinham entre 18 e 38 anos e que morreram alvejados pela PIDE/DGS, na Rua António Maria Cardoso, em Lisboa, sede daquela polícia política do Estado Novo.


A eles junta-se ainda António Lage, funcionário da PIDE/DGS, que foi baleado por um militar.

Segundo Rui Pedro Sousa, o arco temporal da narrativa é entre 23 e 30 de abril de 1974, mas o ponto central é o tiroteio no dia da revolução.


O filme, que é a primeira longa-metragem de Rui Pedro Sousa, é protagonizado por Rafael Paes, Lucas Dutra, Helena Caldeira, Diogo Fernandes e Manuel Nabais, contando com outros intérpretes.»





4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page